Nosso Blog

Publicado por

Maria Clara

É só passar água e sabão e não ficar abraçando.

De repente só fiquei em casa! Não entendi, começaram a falar de um tal de Coronavírus. Um bichinho invisível sabe? Não dá para ver. Estranho né? Fiquei só em casa. Descobri meu quarto e todos os lugares onde moro com minha família. Meu quarto é tão gostoso! Tem caminha, brinquedos , gavetas , armário e janela. Comecei a olhar a janela todo dia. Tem gente passando, árvores que balançam, tem dia que tem sol e também às vezes acordo com um barulhinho de chuva. Ah! Tem barulho de carros, buzinas e cachorro latindo. 

Nesse período que estou em casa brinco com papai, mamãe. Às vezes eles não podem me dar atenção e conversam comigo, pois estão em home office. Sabe o que é? Trabalho em casa. Diferente, pois todos os dias saíamos de casa. Papai me levava para a escola e mamãe ia para o trabalho também. 

Gente… como eu gosto da minha escola! Lá tem amigos, professores, brinquedos. Eu estava aprendendo sobre os amigos, que cada um tem um nome e que somos diferentes. Não voltei para a escola… Estou com saudade deles, da professora “Nana” e do meu melhor amigo Alex.

Escutei papai falar que fecharam as escolas por causa do bichinho, mas será que não tem um jeito da gente se cuidar, brincar e conviver com as pessoas? É só passar água e sabão e não ficar abraçando.

Escutei no jornal da televisão enquanto brincava na sala. Crianças no Brasil sem escolas sentem a falta do ambiente escolar. Pensei: É isso que estou sentindo. Uma coisa diferente , parece que estou triste. Será que não tem um rei ou um dragão que pode matar esse monstrinho? Será que não podemos ir para escola? Parques? E dar uma voltinha na casa da vovó?

Fiquei feliz quando a mamãe me disse que eu ia encontrar com meus amigos nas aulas virtuais. É no computador sabe? Vi o João, Pedro , Gabriel e a Clara não parava de falar. A professora Nana chorou de alegria e disse que vamos voltar logo para a escola. Adorei essa aula, ela contou a história do Covid.

Ela disse que precisamos nos cuidar, ser mais amigos e cuidar do planeta.

Agora todos os dias encontramos na frente do computador. Cantamos, dançamos, rimos e já estou aprendendo a ler. A Nana mandou um montão de jogos e brincadeiras e estou fazendo em casa.

Estou esperando… Será que minha escola não vai abrir esse ano? Que saudade.

Texto elaborado por Maria Claret Lamounier Elias

Para a criança dentro de cada um. E você? Como está sua criança interior?