Nosso Blog

4 Dicas para melhorar o desempenho das crianças no ensino remoto

Publicado por

Maria Clara

4 dicas para melhorar o desempenho das crianças no ensino remoto

Sem dúvidas, um dos maiores desafios impostos pela pandemia são as aulas on-line. Depois de um ano passando por várias adaptações, muitas famílias ainda encontram dificuldades no acompanhamento das aulas pela tela e buscam soluções para melhorar o desempenho das crianças no ensino remoto. Sabemos que o formato não é o “ideal”, mas, diante da realidade apresentada, ele tem sido um importante aliado para que o vínculo escolar seja mantido e os contextos de aprendizagens sejam explorados, experimentados e vivenciados.

As principais dificuldades dizem respeito principalmente a motivação dos filhos para participarem das aulas, falta de concentração e desinteresse. Não temos dúvidas que a presença e o apoio dos responsáveis são fundamentais nessa etapa, por isso seguem algumas dicas do que pode ser feito para que esse momento desafiador não se transforme em uma experiência negativa para a criança:

Monte um planejamento: Embora os professores sejam responsáveis pelo planejamento semanal de atividades, é importante que a família desenvolva um planejamento pessoal. Se precisar monte um quadro com as tarefas que devem ser finalizadas ao longo do dia ou da semana e convide a criança a participar desse momento. Vale lembrar que nos dias que não for possível realizar todas as tarefas a criança não deve ser punida, mas sim incentivada a tentar novamente no dia seguinte.

Prepare um ambiente adequado: É importante que o ambiente seja bem iluminado, calmo e que tenha o mínimo possível de intervenções externas. Se preciso crie um ambiente novo em algum lugar da casa, são tempos de adaptação. Depois de escolhido o ambiente, evite mudar de lugar. Além disso, deixe sempre por perto tudo que a criança irá precisar, evitando assim que ela precise sair para buscar algo.

Abuse do diálogo e dos combinados: Converse sobre aquilo que pode e o que não pode ser feito durante uma aula remota. Explique as regras com clareza e se coloque disponível para escutar e discutir sobre isso. Faça combinados e explique o objetivo de cada um deles, sempre aberto para ouvir sugestões e opiniões da criança.

Dedique um tempo para o descanso: No tempo fora das telas, tente programar momentos de descontração. No ensino presencial a escola proporcionava a possibilidade de explorar diversas brincadeiras e isso deve ser mantido, na medida do possível, para cada família. Lembre-se que mais importante que quantidade, é o tempo de qualidade que você passa com seu filho. Escolha brincadeiras que ele gosta e aproveite para rir e se divertir também.

Com paciência e dedicação será possível passar por esse momento e melhorar o desempenho das crianças no ensino remoto. Mas cuidado com o excesso de cobrança que deposita em si mesmo e na criança. Alguns hábitos são ampliados ao longo do desenvolvimento e acontecerão no tempo certo. Seja parceiro da escola e se preciso busque ajuda! O Psicólogo Escolar pode ser um importante aliado nesse momento.

Larissa Assis
Psicóloga Escola Bilboquê Vila da Serra