Nosso Blog

A rotina dos bebês

Publicado por

Maria Clara

O bebê precisa de rotina?

Seja em casa ou na escola, a rotina dos bebês é tão importante quanto para as crianças. Para nós, adultos, ter horários pré-determinados para acordar, fazer exercícios físicos, alimentar, trabalhar e dormir gera maior tranquilidade, organização e produtividade para o dia a dia. Além disso, faz com que o organismo se adapte à vida real com pitadas de rituais que confortam e estimulam nosso autocontrole. Adultos sem horários e compromissos diários podem desenvolver características de ansiedade, agitação, descontrole e também a sensação de incompletude.

Nossos hábitos de vida adquiridos com o tempo, nossas experiências diárias, que acabam sendo repetitivas ao longo do dia, nos tornam, mais ou menos, competentes quanto à disciplina, à motivação, ao foco e nos impactarão de forma positiva ou negativa. Para os adultos, ter uma rotina não saudável poderá gerar desconforto e ansiedade como também trazer padrões negativos para a nossa vida. Se não tivermos um bom equilíbrio no nosso dia a dia, se engatilharmos a marcha no piloto automático, como seremos capazes de perceber quando estamos passando dos limites?

Por isso, a necessidade de estarmos atentos aos sentimentos, às reações do corpo e da mente. Cuidar para estarmos atentos ao momento de quebrar essa rotina por meio de férias, passeios de fins de semana, pequenos encontros, é imprescindível para diminuir as tensões e retornarmos às nossas rotinas com mais serenidade. É um caminho para a saúde. Se adultos necessitam de rotina, imaginem os bebês?

A rotina dos bebês é extremamente importante, pois ela auxilia no desenvolvimento global e é uma grande orientadora das necessidades básicas da criança. Os hábitos diários adquiridos por meio de repetições ampliam suas conexões neuronais. Quanto mais cedo proporcionarmos ao bebê um estilo comportamental, mais autoconfiança ele adquirirá com o tempo.

Ter horário para atender às necessidades diárias do bebê favorece a construção interna do horário biológico dele e promoverá, no dia a dia, sensações que proporcionarão aprendizado, conhecimento dos ambientes e vivências sociais. A rotina diária tem papel importante para os bebês, educadores e famílias, e promoverá uma noite tranquila para as crianças.

Nesse contato amoroso dos cuidados diários, o banho relaxa, o bebê se sente confortado ao ser enxugado, o alimento o sacia, a troca de fralda o tranquiliza, o colo lhe dá segurança e a comunicação e as brincadeiras promovem amadurecimento e desenvolvimento pleno. A rotina implica o estabelecimento de regras que geram o limite e isso ganha complexidade. Assim, o bebê vai aprendendo e aqueles que fazem parte de sua vida vão ensinando.

É assim que se constrói a convivência, o vínculo afetivo. O bebê, quando tratado com carinho e respeito, se adaptará a essas estruturas e o adulto contribuirá para torná-lo um bebê “possante, potente”, capaz de adquirir autoconfiança, independência, iniciativa e a ter uma vida adulta plena.

Maria Claret Lamounier Elias
Diretora pedagógica Escola Bilboquê