Nosso Blog

A noção de grandeza para a criança

Publicado por

Maria Clara Lauar

A noção de grandeza para a criança

As grandezas são atributos dos objetos passíveis de serem medidos ou contados numa coleção. A medida é a forma de se comparar as grandezas. “Será que este par de sapatos cabe nesta caixa?”, “Qual a quantidade de água necessária para encher este copo?”, “Quanto tempo gastarei nesta atividade?”. Com o objetivo de fazer previsões, relacionar, comparar e planejar experiências, a noção de grandeza para a criança determina a sua compreensão sobre os contextos em que os números se fazem presentes.

As medidas estão em diversas atividades cotidianas das crianças. Os objetos possuem massas, volumes, tamanhos e temperaturas diferentes. Além disso, ainda podemos medir atividades, experiências e tarefas, pelo tempo. Por isso, a noção de grandeza para a criança, na Educação Infantil, está relacionada à formulação do pensamento matemático.

As crianças geralmente ouvem expressões como “está longe”, “está perto”, “aqui embaixo”, “ele é mais alto”. Assim, a todo momento as experiências de convivência social estabelecem comparações e relações que constroem representações acerca do que encontram ao redor. Dessa forma, elas se tornam mais curiosas, ampliando o interesse pelo conhecimento das grandezas e medidas.

A noção de grandeza para a criança em práticas pedagógicas

Pensando nisso, para criar situações didáticas que aproximem o cotidiano das crianças com a noção de grandeza e medidas, apresentamos algumas sugestões de práticas pedagógicas:

  1. Proponha situações-problemas, considerando a linguagem matemática, e trabalhe com jogos numéricos para favorecer a aprendizagem lúdica;
  2. Aposte nos desafios matemáticos, considerando as característica do desenvolvimento da faixa etária para que a criança possa ampliar e dar sentido aos próprios conhecimentos;
  3. Desenvolva vivências relacionadas à culinária. As atividades na cozinha envolvem diferentes unidades de medida;
  4. Realize experimentos que permitam a avaliação sobre algumas propriedades (quente/ frio; muito/pouco; grande/pequeno; longe/ perto);
  5. Construa gráficos sobre gostos e preferências;
  6. Meça e acompanhe a altura das crianças da turma;
  7. Empregue o uso do calendário para prever datas (aniversários, passeios, contagem regressiva para algum evento ou comemoração) e, assim, promova a compreensão da regularidade do tempo;
  8. Apresente e explore diferentes instrumentos de medidas, como: balança, fita métrica, régua, jarra medidora, relógio, trena, etc.;
  9. Manipule objetos que permitam comparações das grandezas (objetos de mesma propriedade/características, mas com peso e tamanhos diferentes; recipientes que propiciem o enchimento e esvaziamento, etc.;
  10. Estabeleça relações por meio da exploração de figuras e imagens.

A noção de grandeza para a criança

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o foco destas abordagens estão relacionadas com o Campo de Experiência “Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações”. As vivências, portanto, têm o objetivo de estabelecer relações de comparação entre objetos; registrar observações, manipulações e medidas, usando múltiplas linguagens; e classificar objetos e figuras de acordo com suas semelhanças e diferenças.

 

Alessandra Saraiva
Diretora Pedagógica
Escola Bilboquê Gutierrez

Enviar
1
Precisa de Ajuda?
Olá, quero solicitar mais informações sobre o processo de Matrícula da Escola Bilboquê.