Nosso Blog

Dia da Mulher

Publicado por

Maria Clara Lauar

Dia Internacional da Mulher: homenagem à professora Sâmia

Para você, o que o Dia Internacional da Mulher significa? A data comemorativa é resultado da luta de mulheres pelo acesso a direitos civis, ocupação dos espaços de trabalho e representatividade política.

Portanto, para a Escola Bilboquê, reforçar a necessidade da busca por condições igualitárias entre homens e mulheres passa por um único caminho: a Educação.

E que tal aproveitarmos uma data tão representativa para lhe apresentarmos uma mulher que, há 25 anos, participa ativamente da transformação deste cenário?

Homenagem do Dia Internacional da Mulher

Estamos falando de Sâmia Barbosa: professora, educadora e colaboradora que viu seu crescimento profissional acompanhar o crescimento de sua primeira instituição de trabalho: a Bilboquê.

“Minha trajetória profissional junto à Escola Bilboquê se iniciou em 1997, no bairro Gutierrez, ainda na rua Almirante Alexandrino, em uma casa aconchegante, com um quintal enorme, repleto de plantas, acolhimento, alegria e muitos sonhos”.

Ela chegou com apenas 18 anos, recém formada no magistério, mas garante que, naquela época, já era apaixonada por crianças e tinha o desejo latente de aprender para ensinar.

“Entrei para a equipe de funcionários como assistente de turma do maternal 1 e, ao longo desses 25 anos, fui me capacitando para atender às expectativas e à parceria com as famílias em prol da educação”.

Ademais, a professora já integrou todos os segmentos oferecidos pela instituição (Maternais, Períodos e Ensino Fundamental).

“A Bilboquê foi a escolha certa. A escola despertou em mim o fascínio pela educação e a força para sempre continuar aprendendo”.

Histórico de comprometimento com o ensino

Essa determinação, na verdade, vem de berço. Sâmia vem de uma geração de mulheres comprometidas com o ensino e a aprendizagem. Sendo assim, para a professora do 2º período da Escola Bilboquê, o desejo pela educação veio com a sua admiração por outras gerações da família.

“Minha bisavó, minha avó e minha madrinha foram grandes educadoras. Vê-las confeccionando materiais, corrigindo provas e conversando sobre os alunos despertava em mim a paixão e a convicção de que estava no lugar certo”, garante.

Sâmia sempre abraçou os desafios e as demandas exigidas pelas diferentes faixas etárias atendidas pela escola e, quando perguntamos qual o seu papel na Educação Infantil, ela afirma:

“lecionar na Educação Infantil é saber que minha função é essencial para o desenvolvimento integral da criança, para a ampliação do seu convívio social e, sobretudo, para que ela cresça feliz”.

Nada disso seria possível sem a parceria com as famílias, é claro. Mas outro tipo de parceria também se faz presente em sua rotina de trabalho: a parceria com a equipe. Por isso, a profissional oferece um valioso conselho a todos os educadores que estão começando a descobrir e explorar sua vocação:

“nunca se esqueçam ou duvidem do quanto somos fundamentais para a formação humana de cada indivíduo. Juntos, podemos encantar as vivências escolares das crianças, despertar o prazer pela aprendizagem, ensinar sobre respeito e empatia e partilhar boas ações que ajudem a mudar a realidade da educação”, finaliza.

Que a educação, portanto, siga sendo canal de transformação e o caminho para a tão sonhada igualdade. Por fim, feliz Dia Internacional da Mulher!

Maria Clara Lauar
Assessora de Comunicação
Escola Bilboquê

Enviar
1
Precisa de Ajuda?
Olá, quero solicitar mais informações sobre o processo de Matrícula da Escola Bilboquê.