Nosso Blog

como escolher o berçário para o bebê

Publicado por

Maria Clara Lauar

Como escolher o berçário para o bebê?

O bebê nasceu. Quanta alegria para a família! Muitas vezes, o casal está experimentando a chegada do primeiro filho. A rotina da casa se modifica e o período de licença maternidade está se esgotando… Agora, é hora de tomar decisões e isso requer tempo, diálogo e pesquisa. Enquanto muitas famílias contam com o apoio dos pais, enfermeira ou de uma funcionária doméstica para auxiliar após o nascimento do bebê, outras famílias não têm essa rede de apoio. Nesse momento de decisão, surge a pergunta: como escolher o berçário para o bebê?

A sociedade contemporânea espera que a educação tenha um compromisso com a infância e que as escolas garantam um processo educativo nesse novo cenário em que estão inseridas. Por isso, a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), documento de caráter normativo, define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais a todos os alunos da educação básica. Nela, estão compreendidos os berçários e creches, com o intuito de formalizar e assegurar, legalmente, etapas e modalidades, além dos direitos e aprendizagens das crianças.

Qual a idade ideal para a criança ir para a escola?

Existem linhas de estudos e pesquisas de médicos pediatras com visões divergentes em relação à melhor idade para integrar o bebê ao mundo escolar. Uns sugerem após os dois anos de idade, outros após os três anos e muitos defendem que, quanto mais cedo, melhor. Isso porque, além dos estímulos promovidos pela instituição de ensino, é no contato com outros bebês que a criança vai adquirindo, com o tempo, resistência às doenças infantis. Pensando nisso, muitas escolas recebem crianças a partir dos quatro meses de vida, desde que estejam com todas as vacinas correspondentes em dia.

Tomada a decisão, portanto, vários aspectos devem ser levados em consideração. Muitos pais se mostram inseguros, o que é completamente normal. E, para ajudar as famílias que estão enfrentando este processo, algumas dicas poderão auxiliar na escolha.

Dicas sobre como escolher o berçário do bebê
  • Em casa, o casal deve dialogar sobre o assunto para que se sintam seguros em relação à decisão a ser tomada;
  • Ao visitar a escola, o casal deve listar os pontos que consideram importantes. O que é prioridade para sua família? Localização, segurança, proposta pedagógica, financeiro. Tudo deve ser considerado;
  • Conheça todos os espaços, a rotina de alimentação, sono, banho e as experiências de estimulação;
  • Busque referências – elas são como bálsamo, tranquilizam e acalmam o coração;
  • Questione sobre o que os bebês fazem no berçário, pois essas experiências com profissionais qualificados são os grandes diferenciais no desenvolvimento global dos bebês;
  • A infraestrutura do berçário também deve ser avaliada: espaço para o soninho, banheiro, solário, local de estimulação, lactário e local para a amamentação;
  • Algumas escolas também oferecem o serviço de alimentação, o que auxilia no planejamento de muitas famílias. Com um cardápio nutritivo e uma equipe de nutrição responsável por um programa alimentar, a instituição consegue desenvolver estratégias mais assertivas para o desenvolvimento integral da criança.

Por fim, lembre-se de que o bebê é como uma esponja. Ele absorve cheiros, percebe cores e sons, imita gestos e reconhece pessoas com as quais convive. No aconchego dos que cuidam, os bebês assimilam as esperas, ampliam a linguagem, desenvolvem a fala e são incentivados a conviver em ambientes diversos, ricos em materialidades.

E você? Após essa leitura, ainda está em dúvida? Por fim, que tal conhecer, agora, os critérios para escolher uma escola particular?

Maria Claret Lamounier Elias
Diretora Pedagógica
Escola Bilboquê

Enviar
1
Precisa de Ajuda?
Olá, quero solicitar mais informações sobre o processo de Matrícula da Escola Bilboquê.