Nosso Blog

o cotidiano das crianças bem pequenas no ambiente escolar

Publicado por

Maria Clara

O cotidiano das crianças pequenas no ambiente escolar.

A escola Bilboquê é referência em Educação Infantil em Belo Horizonte. Valorizando o protagonismo das crianças, levando à sério as brincadeiras para proporcionar um aprendizado com sentido e significado. Brincando, o cotidiano das crianças pequenas no ambiente escolar desenvolve habilidades primordiais às suas diversas relações.

A partir disso, podemos entender que a ludicidade é inerente à prática pedagógica de seus professores. Conheça agora o assunto e entenda como auxiliar seu filho no desenvolvimento infantil.

Crianças pequenas no ambiente escolar

No dicionário, a palavra ludicidade significa “forma de desenvolver a criatividade, os conhecimentos, por jogos, música e dança”. De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) são crianças com idade entre 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses.

Na educação infantil, a ludicidade ganha um sentido mais amplo e mais importante, respeitar a interpretação da criança sobre os grupos sociais em que ela participa e qual lugar ela ocupa nesse grupo. Por meio do lúdico, os processos de socialização, interação, comunicação, construção do pensamento e oralidade se desenvolvem naturalmente.

Com as crianças bem pequenas no ambiente escolar, essa ludicidade se torna ainda mais fundamental no processo de ensino-aprendizagem, já que estão em pleno desenvolvimento das habilidades de construção do pensamento e oralidade.

É exatamente por isso que as cantigas, brincadeiras e leituras fazem parte do cotidiano da escola, pois são agentes socializadores. Além disso, favorecem a evolução das crianças do ponto de vista social, cognitivo e emocional.

Veja também: O espaço de diálogo e os facilitadores de comunicação

A importância das brincadeiras na educação infantil

As cantigas de roda estão carregadas de cultura e tradição. Por meio do ritmo e melodia é possível trabalhar gestos e movimentos, coreografias de danças, canções conhecidas por gerações e o prazer de cantar junto com os pares. As crianças se sentem parte do grupo quando estão em roda, e assim conseguem expressar melhor suas emoções, levantar hipóteses, agregar com ideias e vivências.

As brincadeiras têm papel fundamental na vida de uma criança. Por isso, a Bilboquê acredita veementemente que a criança aprende brincando.

E, de fato, é! Pois é nesse momento em que as crianças se desenvolvem integralmente, agregando as habilidades e competências de acordo com cada faixa etária. Além disso, quando a criança não está em evidência, em uma brincadeira livre, por exemplo, ela se sente mais confortável para criar, imaginar, explorar e descobrir.

crianças pequenas

Por fim, já o contato com a leitura se dá por meio do adulto-mediador, que leva para a sala de aula histórias, parlendas, poemas, quadrinhas previamente selecionadas para o perfil da sua turma. E a partir disso, desenvolver uma sequência didática que tenha a ver com a temática da leitura, tornando o aprendizado mais significativo.

Para finalizar, convido-os a uma reflexão. É preciso que o lado lúdico e brincante do educador palpite para atrair os olhares e atenção dos pequenos, proporcionando-os a descoberta de si mesmos.

Juliana Viegas
Professora Maternal 2 Escola Bilboquê Buritis
Professora Maternal 3 Escola Bilboquê Vila da Serra

Enviar
1
Precisa de Ajuda?
Olá, quero solicitar mais informações sobre o processo de Matrícula da Escola Bilboquê.